18 de dez de 2013

DICA OMO: História Infantil: Joaquim e os Monstros

18 de dez de 2013
Crianças adoram ouvir histórias infantis antes de ir dormir, que tal ler esta hoje a noite?

Joaquim e os Monstros

Joaquim, não gostava de jantar. Mas isso não era por causa de ter que sentar à mesa, ou pelo que sua mãe cozinhava, Joaquim não gostava por saber o que viria depois. Pois sempre depois que jantavam Joaquim teria que subir sozinho as escadas e ir sozinho no banheiro escovar os dentes.

E como era assustador! Ele tinha que enfiar a mão dentro do banheiro escuro para alcançar o interruptor de luz. Antes mesmo de alcançá-lo ele já conseguia imaginar a cara assustadora do monstro que estaria esperando ele dentro do banheiro. Ufa, nenhum monstro aqui! Mas só depois de checar cada cantinho do banheiro é que ele começava a escovar os dentes.
“Dessa vez eu escapei por pouco” pensou Joaquim.

Batalha vencida, Joaquim voltava para junto de seus pais. Eles gostavam de jogar jogos de tabuleiro antes de ir dormir, esta era a única atividade da noite que Joaquim não sentia medo. Nem de perder no jogo ele se assustava.  

Mas todo jogo tem seu fim, e toda criança tem sua hora de dar boa noite e ir para cama. Joaquim já sabia o que esperar quando a partida acabasse. 
Seu pai começou a guardar o jogo e Joaquim já fazia manha:

“Pai, não quero ir pra cama! Eu juro que tem monstros no meu quarto!”

“Meu filho, já mostrei para você que não há monstro nenhum! Não tem do que ter medo. Pode subir para o seu quarto, e quando for a hora eu venho te dar um beijo de boa noite.”

O beijo que seu pai lhe dá toda noite é o único conforto do filho. Joaquim sobe as escadas bem devagar, como se assim ele pudesse evitar o momento de entrar no quarto. A porta está aberta e Joaquim consegue ver a mão do monstro que se estica para alcançá-lo!

“Ai, e agora?” Pensava ele, como vou passar pelo monstro, sem que ele me pegue?

Joaquim se armava com tudo o que tinha: fechava o casaco e segurava os tênis na mão, pronto para arremessar em direção ao monstro. Decidido a atravessar o quarto correndo, Joaquim se preparou, respirou fundo e partiu em disparada em direção à sua cama. Do andar de baixo só se ouviu um estrondo de coisas caindo no chão.

Que confusão! Na disparada para fugir do monstro Joaquim escorregou no tapete e foi tudo para o chão: Joaquim e sua armadura, e o monstro caiu por cima dele!

“Socorro” Gritava Joaquim, seu pai surgiu apressado acendendo a luz

“O que foi que houve” perguntou ele ao ver o filho no chão.

Joaquim abriu os olhos e descobriu que na verdade o terrível monstro era a toalha que ele havia pendurado sobre a porta. Seu pai o ajudou a arrumar a bagunça e explicou para ele que é normal sentir medo do escuro, mas que estaria tudo bem se ele acendesse a luz. Joaquim vestiu o seu pijama e deitou-se na cama.

Seu pai o cobriu e lhe deu um beijo de boa noite.

“Durma com os anjinhos Joaquim” Seu pai disse ao sair. Apagou a luz e fechou a porta. 

Joaquim agora sabia que não havia monstro nenhum em seu quarto, mas só pra garantir ele passou o cobertor por debaixo dos seus pés para que nenhum monstrinho atrevido decidisse puxar seus dedos durante a noite!
Texto em parceria com OMO


Jardineiras fiquem por dentro das dicas da OMO!


Site Omo

Twitter

Facebook Omo

6 Comentários:

  1. Oi Carol... me lembrou do desenho Monstros S.A que os meus filhos adoram assistir e depois sempre me perguntam se os monstros existem, rsrsrs... uma graça de história, beijosss!!!

    ResponderExcluir
  2. coisas de criança lembro-me
    que cobria os pés com medo do fantasma kkk
    amei o texto
    bjs

    Ser Mamãe Pela Segunda Vez
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
  3. Querida, desculpe mais uma vez por esta vindo aqui, agradecer, com mais um comentário colado. Final de ano deve concluir provas e toda documentação dos alunos, cadernetas. Temos prazo para entrega, como tenho 18, haja trabalho, tarefas de casa , estou só, o reumatismo está me prejudicando muito, problema da idade mesmo que vou superando segurando na mão de Deus.
    Agradeço o carinho da sua visita , sempre com comentários maravilhosos bem como as felicitações de um Feliz Natal. Desejo Que o Menino Jesus , faça morada em seu coração, irradiando-o com sua luz e seu amor e que o FELIZ NATAL , não seja apenas no dia 25, que se estenda por todo ano de 2014 e porque não dizer, por todo sempre.
    Abraços, fica na paz do Menino Jesus.

    ResponderExcluir
  4. Amiga, vim agradecer sua atenção e o prazer das suas visitas em 2013 e me desculpar pela demora em te fazer visitas. Estive com um problema nos olhos, graças a Deus estou quase que totalmente recuperada. Fiquei preocupada, mas provavelmente foi uma alergia.
    Não poderia deixar de passar aqui neste penúltimo dia do ano e dizer que o nosso caminho é feito Pelos nossos próprios passos. Mas a beleza da caminhada, depende dos que vão conosco
    Assim, neste NOVO ANO que está próximo de se iniciar, possamos caminhar mais e mais, juntos, em busca de um mundo melhor,cheio de PAZ.
    Obrigada por ter passado comigo, este ano de 2013, com uma palavra amiga, sempre quando precisei, como se do outro lado da telinha, você entendesse os meus sentimentos e o que estava precisando, principalmente de uma palavra amigo.São os mistérios deste mundo virtual . Criar laços de amizade, sem nunca termos nos encontrado, sem nunca termos trocado apertos de mão e abraços.
    Que possamos em 2014 continuarmos e fortalecermos mais esta nossa amizade.
    FELIZ E ABENÇOADO 2014, QUE ELE SEJA MESMO UM ANO NOVO EM SUA VIDA E SEUS FAMILIARES.
    FELIZ ANO NOVO!!!
    Abraços da amiga Lourdes Duarte
    http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi , vi seu blog na lista do blog "Agenda dos blogs" vim conhecer e já estou te seguindo , vem seguir o meu também"
    http://izaartesecriacoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Lembro de um dia q chovia muito e vc ( Carol ), fez q fez pra ir dormir com mamãe e papai, ventava muito e a cortina do quarto as vzs levantada e vc tremendo dizia - "Fantasma não existe né mamãe?"- E eu mesmo com muito sono e cansada resolvi contar uma história de uma formiguinha linda, até q vc dormiu, acredite, vc é a ternura em pessoa, amo ser sua mamãe....e te falo, q as crianças não gostam apenas de ouvir histórias a noite e sim o tempo todo, pq é um motivo pra estar sempre perto do papai, mamãe, vovô, vovó e titios....bjus!!!

    ResponderExcluir

Quando você socializa, contribui para enriquecer o texto. Obrigada!
( Respondo seu comentário sempre por aqui ).

 

Diário de Jardineira Todos os Direitos Reservados 2013 Carolina Rodrigues